Saiba como transformar joias velhas em novas – Consumo consciente

0
46

É muito comum que as pessoas tenham guardado peças em ouro antigas, que ganharam no nascimento, aniversários ou herdaram de alguém da família. Na maioria das vezes essas peças têm valor sentimental. Por isso, a primeira pergunta para quem pensa em fazer uma transformação é: você usaria essa peça em alguma ocasião da sua vida? Se a resposta for não, então é hora de transformar e aplicar o consumo consciente na joalheria!

Leia também: Confira 8 dicas de onde comer em Whistler, Canadá

DFK Joias - depois do brinco que virou anel
Divulgação

DFK Joias – depois do brinco que virou anel
DFK Joias - antes do brinco que virou anel
Divulgação

DFK Joias – antes do brinco que virou anel

A maioria dos clientes pedem anéis nas transformações. Isso porque as peças antigas que eles possuem normalmente são brincos com um lado só, ou uma pedra solta. Nesses casos, os anéis ficam num valor mais baixo para transformar. No caso de um brinco, muitas vezes é necessário adicionar mais ouro ou comprar uma pedra similar à antiga para compor o par, e isso encarece o serviço.

Leia também: Confira 5 dicas para o começo de 2019

DFK Joias - Antes
Divulgação

DFK Joias – Antes

Por terem valor sentimental, os projetos de transformação puxam sempre pra peças mais clássicas e atemporais. Os clientes não gostam de ousar muito no design – querem algo que não sairá de moda e que poderão usar sempre, finaliza a joalheira.

Leia também: Dicas de quatro livros sobre tecnologia lançados por Hacker ético

DFK Joias - Depois
Divulgação

DFK Joias – Depois

A partir do dia 15 de janeiro, Debora estará sempre nas terça-feiras na Thelure da Oscar Freire, para apresentar o serviço especial de transformação de joias antigas, uma forma de trazer à tona o consumo consciente na joalheria, com hora marcada.

Fonte: Delas – iG @ https://delas.ig.com.br/colunas/livia-clozel/2019-01-10/consumo-consciente.html

Comentários

commentários