Dica para o final de semana – Festival SP Arte vai até domingo (15), vale a visita

0
21

A Exposição com mais de 2 mil obras de artistas e 140 galeristas de 16 países acaba no domingo (15). A SP Art acontece no Pavilhão da Bienal.

A 14ª edição do Festival ainda conta com performances de longa duração e uma seção dedicada a designers independentes. Fora que também tem lançamento de livros e debates com especialistas, artistas e colecionadores durante o evento, que hoje é o destino para galeristas do mundo inteiro.

Amei o Lounge da Vivo, patrocinador do evento, que integrou arte e tecnologia para proporcionar aos visitantes do seu espaço uma experiência de arte multimídia. A instalação #MinhaÓtica, assinada pelo diretor criativo Pazetto e pelo arquiteto e vídeo artista Giuliano Scandiuzzi, propõe uma reflexão sobre as mais diversas conexões do dia a dia, de forma interativa e real, em um painel multi-imagem. A Vivo também promoverá as visitas guiadas até domingo.

Lógico que fiz a visita guiada, após visitar o lounge para conhecer as novidades e ter uma imersão neste universo, que é incrível. Minha paixão foi pela obra maravilhosa “Diário de viagem”, da artista cubana Mabel Poblet, que está no stand A10, da Jackie Shor Arte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os galeristas de arte de outros países que retornaram para esta edição são David Zwirner e Marian Goodman (Nova York), White Cube (Londres), Neugerriemschneider (Berlim) e Kurimanzutto (Cidade do México). Também tem as estréias das galerias Blank (Cidade do Cabo), Fragment (Moscou) e Cayón (Madri).

Do Brasil, além dos tradicionais Dan, Bergamin & Gomide, Vermelho, A Gentil Carioca, Casa Triângulo, Fortes D’Aloia & Gabriel, Luisa Strina e Millan, chegam mais 15 novatas: Adelina, Verve, Base e Mapa, todas paulistanas, e as cariocas Cassia Bomeny e Gaby Indio da Costa.

 

Serviço

Quando: 12 a 15 de abril

Que horas: sábado, 14 de abril: 13h–21h* / Domingo, 15 de abril: 11h–19h*

Onde: Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera, portão 3

 

 

 

Comentários

commentários