Tomada de decisão

Tomada de decisão


“Tomada de Decisão” é uma expressão utilizada para ilustrar situações em que profissionais devem escolher um caminho a fim de solucionar um problema. Esse é o tipo de atitude que o mundo dos negócios exige. Os líderes e também os grandes empreendedores, em sua maioria, contam com a capacidade de tomar decisões, sob qualquer circunstância.

No mundo dos negócios, nos livros de administração e nos manuais de empreendedorismo essa expressão está se tornando cada vez mais comum. Aprender a lidar com as situações e tomar decisões que levem ao sucesso é lição de casa de todo profissional. A verdade é que essa expressão é mais do que um requisito do mundo atual. “Tomada de Decisão” é uma forma bonita de descrever algo natural e praticado por todos os seres humanos, desde o começo de suas vidas. Não há quem consiga deixar de fazer escolhas e tomar decisões.

A profissão, a capacidade, a inteligência, o cargo. Tudo é indiferente, pois mesmo uma criança realiza o processo de tomar decisões, inúmeras vezes. Exemplos para ilustrar são infinitos. Desde qual remédio tomarei para curar uma gripe forte, até quanto vou guardar na minha poupança quando receber meu salário. Ambas são situações que necessitam de decisões e ambas vão gerar variáveis que devem ser analisadas para encontrar a solução melhor.

No caso da gripe forte, estou gripada e esse é meu problema. Posso agir de duas maneiras: comprar um remédio ou ficar de cama. Como tenho que trabalhar, decido que vou comprar um remédio para ficar boa logo. Tomei a decisão! No entanto, o problema, a gripe forte ainda não está solucionada. É preciso lidar com as variáveis. Toda tomada de decisão vem sucedida de uma análise dos fatores. Neste caso, pedirei a uma amiga comprar o remédio para que eu possa continuar me poupando na cama. Eu deleguei uma tarefa para lidar com a variável. Uma vez que identificamos a variável devemos tomar providências para solucionar o problema.

Para a vida profissional ou pessoal, o importante a se aprender sobre a “tomada de decisão” é que todo problema deve ser enxergado como um todo. É preciso sair dele para visualizá-lo melhor. Fazendo isso estaremos aptos a analisar as variáveis e guiar nossas decisões da maneira mais inteligente e benéfica para nós mesmos. Uma vez que os caminhos estão claros cabe ao tomador de decisão escolher qual deles vai seguir. É nessa hora que entra a delegação de tarefas e o investimento de esforço para que o resultado obtido seja o esperado.

Crédito: Reportagem Fernanda Cancio / Editoria Flávia Lippi

Se você gostou e quer receber mais conteúdos como esse, cadastre-se em www.idhl.com.br

*Texto postado no meu antigo blog em 20/01/2010.