Tarsia Gonzalez, a empresária que idealizou e implantou processos na Transpes para conquista de 3 prêmios Melhor Empresa para se Trabalhar do Brasil 

Tarsia Gonzalez, a empresária que idealizou e implantou processos na Transpes para conquista de 3 prêmios Melhor Empresa para se Trabalhar do Brasil 


Por ser mulher em uma empresa de logística, praticamente 100% masculina, Tarsia Gonzalez imprimiu sua marca. Hoje Presidente do Conselho Administrativo da companhia, ela conta como foi chegar até aqui construindo uma empresa de valores fortes, mas muito humana, com baixo turnover e 3 prêmios consecutivos, concedidos pela revista Você S/A, como a Melhor Empresa para se Trabalhar do Brasil.

Fonte: Tarsia Gonzalez

Tarsia Gonzalez, a empresária que idealizou e implantou processos na Transpes para conquista de 3 prêmios Melhor Empresa para se Trabalhar do Brasil 

Crédito: Christoph Reher

“O trabalho não foi feito a duas mãos”, conta Tarsia Gonzalez, “meu pai criou a companhia, que tem até hoje sua marca e seu coração, e meus dois irmãos levaram adiante esse projeto. Eu sou apenas um pilar, mas considero que cada um de nós teve sua importância fundamental para construir as bases do que a Transpes é hoje”, ela afirma. Com 30 anos de carreira, Tarsia tornou-se uma das únicas mulheres presidentes de conselhos do país: “temos uma realidade em que mais de 90% das empresas são familiares, e pouquíssimas delas abrem seu capital, então fica ainda mais difícil ampliar essa atuação feminina nos conselhos”, pondera.

O objetivo de Tarsia sempre foi implantar soluções estratégicas e ser agente de mudanças: “eu me considero uma visionária, no sentido de que consigo enxergar lá na frente o que cada ação pode resultar para a companhia, então, nunca pensei apenas no hoje, mas em dar passos que nos trariam conquistas, principalmente no que diz respeito às relações humanas dentro da organização”, enfatiza. É dela a iniciativa de iniciar processos de aperfeiçoamento, da contratação à melhoria de currículos, de implantar uma ouvidoria, um serviço de atendimento psicológico e o Vitória Day – um dia da semana em que ela almoça no refeitório da empresa e escolhe alguns funcionários para conversar: “o objetivo é ouvir o que ele tem a dizer sobre a vida. Aprende-se muito com as pessoas”, lembra Tarsia.

Por meio de sua formação em psicologia e experiência em Gestão de Pessoas, fornece práticas inovadoras para atrair, reter e engajar talentos de alta performance, além de focar no suporte às lideranças, definindo antecipadamente os talentos humanos e a força de trabalho necessária para alcançar os objetivos organizacionais. “Nós ganhamos em produtividade porque as pessoas trabalham felizes”, explica. As ações implantadas levaram a empresa a conquistar por três vezes consecutivas o prêmio do Guia AS 150 MELHORES EMPRESAS PARA SE TRABALHAR DO BRASIL, como revelação e melhor em logística, no ano de 2014, como a melhor empresa do setor de serviços em 2015 e, este ano, como a melhor empresa do Guia com uma conquista inédita de 100% de satisfação dos seus funcionários medido por meio do IFT – Índice de Felicidade no Trabalho, o critério mais importante do Guia.

Conheça as principais contribuições de Tarsia para a Transpes:

1986 – Tarsia inicia sua trajetória na empresa, aos 16 anos;

1994 – Estrutura o setor de Departamento Pessoal na Transpes;

1996 – Inicia aconsultoria para a implantação da cultura do programa 5S, preparando assim a empresa para a primeira de muitas de suas certificações;

1998 – A empresa foi certificada pela primeira vez na ISO 9002:1994– Sistema da Qualidade / Modelo para Qualidade em produção pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini/IQNET, sendo a primeira empresa do estado de Minas Gerais e a Terceira no Brasil a obter a certificação, mantida até hoje;

2001 –  Desmembra a área de Departamento Pessoal e elabora o Departamento de Recursos Humanos, focado exclusivamente nos processos de recrutamento, seleção e treinamento;

2004 – Estrutura o setor de SMS criando uma política de ações preventivas com a contratação do 1º técnico de segurança do trabalho, criando eventos anuais da SIPAT e buscando uma conscientização de todos quanto a importância e o diferencial de se trabalhar numa empresa onde as ações antecedem os possíveis acidentes.

2005 – Conta com a assessoria externa de uma renomada empresa de consultoria para desenvolver o planejamento estratégico da Transpes – um dos resultados foi a mudança do nome de Transpesminas para Transpes, passando a empresa a atuar não só em Minas como em todo território nacional, hoje com 22 filiais;

2006 – Implanta, de forma inédita no Brasil, do primeiro ERP (sistema Protheus), trazendo controle a todos os processos;

2007 – Implanta sistema integrado de gestão empresarial que hoje já está instalado em todas as filiais;

2008 – Implanta o conceito de Gestão de Pessoas, uma forma mais humanizada de tratar os empregados;

2009 – Cria o departamento de Marketing e Comunicação e apoia a criação do programa de desenvolvimento de líderes;

2012 – Tarsia retorna de um aperfeiçoamento profissional pela ESADE Business School – Alta Performance em Liderança, em parceria com a Fundação Dom Cabral, realizado em Madri, inicia o projeto de criação do Conselho de Administração da empresa, com a assessoria da Fundação Dom Cabral e realiza o processo sucessório do seu cargo de executiva;

2013 – Encabeça a elaboração do código de ética com base na cultura da empresa e disseminação a todos os empregados;

 

2014 – Apoia a implantação domomento gestor, que é uma prática baseada em diálogos diários da liderança com a equipe, que resultou na “Academia de Líderes” para formação de lideranças, incentivando o crescimento profissional e dando condições para que todos os gestores tivessem um plano de carreira;

 

2015 – Tarsia assume o cargo de presidente do Conselho;

2016 – Foi implantado o Projeto Melhores Ideias, com o intuito de incentivar a diversidade de pensamentos e a participação de todos que desejam contribuir com novas ideias e propor soluções inovadoras para os processos desenvolvidos pela empresa no seu dia a dia.

Sobre Tarsia Gonzalez

Aos 13 anos, seu sonho era comprar um par de sapatos de salto. O pai disse que, para isso, ela precisaria trabalhar, mas o sonho do sapato foi apenas o estopim para uma carreira sólida, que começou aos 16 anos e resultou na ampliação da empresa, com foco especial na satisfação de seus funcionários, e na presidência do Conselho Administrativo, função que ela desempenha com o talento, foco em resultados sem deixar de lado o coração. Formada em psicologia, Tarsia aprendeu na prática como é alavancar sucessos e deseja levar essa experiência a outras empresas: “meu objetivo é levar o olhar sobre as diferenças e contribuir com minha experiência para que outras companhias possam atingir o nível de governança necessária para o seu sucesso”.