Os animais e a natureza

Os animais e a natureza


Ser uma pessoa que respeita os seres vivos é o ponto primordial para estabelecer harmonia entre os seres humanos e a natureza.

Sou adepta de uma filosofia hindu que nos coloca no centro de todas as coisas – não como importância, mas levando em conta que aquilo que alguém faz reflete nele mesmo e no outro. Então cada um é responsável por seus atos. Essa filosofia surgiu dos povos védicos, filósofos, médicos e estudiosos hindus que queriam descobrir uma forma de melhor qualidade de vida, de encontro com a natureza.

Por isso, também, sou vegetariana. É um conceito da minha vida. Não sei se serve pra todo mundo e nem defendo essa idéia. Mas como eu prego a não violência, para mim é mais coerente não matar para comer. Há mais de 25 anos desenvolvo trabalhos para melhorar a qualidade de vida no planeta, como eu poderia comer carne de um animal assassinado? Em geral, os seres humanos não se preocupam em saber como esses animais são mortos. Mas eu acredito que o sofrimento, a angústia e a dor deles no momento da morte também são ingeridos por quem os come. Aprendi isso experimentando, claro, e fui percebendo que era muito complicado para mim ter animais mortos na alimentação. Sou saudável assim.

A consciência ecológica, tão chique e politicamente correta nos tempos de hoje, fecha os olhos para as barbaridades cometidas contra os animais e a natureza. Tento não ser conivente com isso na minha vida e no meu dia a dia.

Cadastre-se no meu site para receber dicas e inspirações sobre trabalho e bem viver: www.flavialippi.com.br