O apego, o desapego e o dinheiro

O apego, o desapego e o dinheiro


O corpo é apenas a morada do saber. Entre os princípios básicos da minha filosofia de vida está o desapego. Nada é nosso. E nada, a não ser nossa alma, terá um caminho.

A gente vive se apegando a tudo, até aos problemas. Mas a doação e a paciência podem nos livrar dessa aflição. É só pensar que o sentido não está em nada físico, em nada que conseguimos pegar e levar para casa. O importante é acreditar que dando o melhor de si para o mundo, para o próximo e para o espírito, encontramos a felicidade.

E aí me perguntam: Então como é que uma pessoa espiritualizada pode ter dinheiro?

Eu costumo dizer que com tempo e dinheiro, você consegue espiritualizar um número maior de pessoas. Porque o dinheiro é fruto do meu trabalho, não é fruto do meu espírito e nem da minha busca pela minha alma pura. O dinheiro é simplesmente um mérito pelo meu trabalho na Terra, por aquilo que eu fiz bem feito. Se eu dirigir esse dinheiro corretamente, transformo isso num valor consciente. Então, o desapego não é não ter dinheiro, mas ser livre das necessidades idiotas desse planeta, para ter consciência na hora de usar o tal dinheiro. O apego e o desapego não têm relação com o dinheiro, mas com a filosofia de vida de cada um.

Cadastre-se no meu site para receber dicas e inspirações sobre trabalho e bem viver: www.flavialippi.com.br