Deus fez a gente assim

Deus fez a gente assim


Outro dia estava vendo um comercial e morri de rir da interpretação da criação do mundo feita pelos publicitários que criaram o filme. Deus dizia assim: Na véspera do meu descanso, já havia criado tudo e me perguntaram qual povo eu colocaria no Brasil. Ele respondeu que podia ser qualquer um. Houve uma revolução no céu e ele decidiu então colocar um povo solidário, feliz e incansável. E olhando bem, nós brasileiros somos bem assim mesmo… Mas acho que Deus encheu o mundo com muito mais que só brasileiros como esses. Tenho a forte impressão que Deus nos criou com a cabeça no lugar, com muito conteúdo dentro, olhos brilhantes que revelam nosso idealismo e pés para caminhar na realidade. Nos criou para emocionar, rir e chorar de coisas bem simples. Um telefonema de um amigo querido, uma canção suave, um filme, um carinho, um amor sereno. Acho que Deus não esqueceu de nada. Colocou em nós todas as forças da natureza. O aroma das flores, a lealdade dos animais, a poeira do deserto, os ouvidos da terra. Ele ainda nos deu um relógio interno, capaz de ter tempo para sorrir, perdoar, repartir, viver as emoções internas e flutuar na descoberta.

Deus não esqueceu de nos dar a capacidade de escolha para fazer o que mais gostamos sem fugir dos compromissos. Deus nos ofereceu a capacidade de executar o inadiável sem sofrimento. No cérebro ele plantou o professor interno. Aquele que colhe e acolhe, orienta, busca a verdade e aprende com a criança. Deus não faz distinção. Criou o pobre, o rico, o analfabeto e o lutador. Gente de coração aberto, sem ódio e preconceitos tolos. Deus criou o “reestart”. O botão que liga para reconhecer o erro, cair e se levantar, aprender com os golpes da vida. E Deus por fim nos presenteou com o amor próprio que rega o amor pela vida.

Se você gostou e quer receber mais conteúdos como esse, cadastre-se em www.idhl.com.br

*Texto postado no meu antigo blog em 09/12/2004.