As preocupações

As preocupações


A palavra preocupação já diz: você pré-ocupa um espaço que estava vazio. Você vai lá e enche aquele espaço com uma coisa que nem aconteceu ainda. Antes do acontecimento você já se ocupa com ele. Então acaba causando um acontecimento interno, e que não é bom nem saudável. Afinal você vai ter dor de cabeça se ocupando com um problema que pode vir a acontecer, se pré-ocupando.

Mas qual é a necessidade de pré-ocupar a sua mente com um assunto que não chegou ainda?  Nenhuma. E aí entra uma das minhas práticas favoritas na vida, a meditação. Meditar é esvaziar a cabeça das preocupações e se ocupar com as necessidades do agora. Claro que não existe esvaziamento total, porque somos seres humanos, mas dá para esvaziar bastante. Quanto mais você ocupa sua cabeça com o hoje, menos espaço sobra para se preocupar com o amanhã. Então eu acho que o segredo para não ter preocupação é este: ocupe-se com o que você tem para fazer agora, ocupe seu dia inteiro que os problemas de amanhã ficam para amanhã. A ocupação é atitude e resultado, a preocupação é frustração.

Mas, veja bem, não confunda preocupação com prevenção. A gente deve ser preventiva, mas não preocupada.

 

Cadastre-se no meu site para receber dicas e inspirações sobre trabalho e bem viver: www.flavialippi.com.br